Geração de renda e rede de apoio foram destaques na Feira da Mulher Empreendedora

Projeto fortalece mulheres empreendedoras para a independência financeira



Porto Velho, RO - Buscando promover a autonomia financeira de mulheres do município, a Prefeitura de Porto Velho realizou, no último fim de semana, mais uma edição da Feira da Mulher Empreendedora. Ao todo, 50 expositoras participaram da ação no Mercado Cultural, oferecendo produtos artesanais, alimentação, cosméticos, vestuário entre outros.

Evento se converteu em oportunidade de geração de renda para mulheres

Um dos princípios do projeto, coordenado pelo Departamento de Políticas Públicas para Mulheres (DPPM), da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), é incentivar mulheres, em estado de vulnerabilidade social, a buscarem no mundo dos negócios uma oportunidade de mostrarem seus talentos por meio da arte, da culinária, da moda e da beleza.

Segundo a coordenadora do departamento, Gina Brito, a Feira da Mulher Empreendedora já se tornou um mecanismo essencial de geração de emprego e renda, principalmente durante o último período pandêmico.

“Além de venderem os produtos, elas também conseguem conquistar novos clientes que as procuram depois de terem visto o trabalho durante uma exposição como essa. É este o papel social que o projeto busca cumprir. Dar a elas o poder de seguir de forma autônoma”, explicou Gina Brito, coordenadora da DPPM.

Empreendedoras apostam em culinária e outros segmentos

Artesã há 28 anos, Francisca Viana Morais, de 56 anos, está entre as expositoras que viu na da Feira da Mulher Empreendedora a oportunidade de conquistar a independência financeira e contribuir com as despesas do lar.

“Estamos correndo atrás dos nossos objetivos. De ter a nossa renda e assumir o protagonismo de nossas e vidas e, muitas vezes, da própria família, onde muitas de nós somos chefe de lar”, explica a artesã.

Além de abrir as portas para o empreendedorismo feminino, a feira também é uma oportunidade de contribuir e apoiar o trabalho das próprias mulheres. “Sempre que posso participo das feiras. Gosto das variedades de produtos que elas expõem e, principalmente, porque é importante para elas estarem aqui empreendendo e levando o sustento para suas casas. Esse é o incentivo que busco dar a elas”, conta a cliente, Ednair Nascimento.

A realização da última edição da Feira da Mulher Empreendedora teve a parceria da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema).

Fonte:  Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem