Criminalista ligado a Lula participa de julgamento do STJ sem calças




Porto Velho, RO - O criminalista Alberto Toron foi flagrado sem calças durante um julgamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O vexame só foi percebido quando ele se afastou da câmera para abrir a porta da sala.

A situação é mais uma mostra de que a liturgia do cargo e o respeito às instituições jurídicas têm sido mantidos apenas diante das câmeras, sem que isso seja uma preocupação real de advogados e magistrados.

Toron virou notícia recentemente por entregar uma beca jurídica ao ex-presidente e ex-presidiário Lula durante um jantar, afirmando que o petista era o “símbolo mais elevado da Justiça”.

Vale lembrar que há poucos dias o desembargador Yedo Simões, do Tribunal de Justiça do Amazonas, derrubou um painel atrás de sua cadeira para simular uma biblioteca.
Sem calças:


Fonte: Por André Brito
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem