Jornal Nacional rejeita pedido e exclui Bolsonaro de série de entrevistas

Globo não aceita realizar conversa ao vivo fora dos estúdios no Rio e anuncia que presidente não vai participar da sabatina.


Bolsonaro fica de fora de semana de entrevistas nos estúdios da Globo | Foto: Isac Nóbrega/PR

Porto Velho, RO - Um impasse sobre o local da entrevista impediu que Jair Bolsonaro (PL) participasse da série de conversas ao vivo do Jornal Nacional com candidatos à Presidência. O noticiário da Rede Globo não aceitou realizar a sabatina fora dos estúdios no Rio de Janeiro e publicou agenda sem a presença do atual presidente da República.

Um sorteio no começo da semana havia definido que Bolsonaro seria o primeiro candidato a ser entrevistado, em 22 de agosto. No entanto, o presidente tinha a intenção de receber a equipe da Rede Globo no Palácio do Alvorada, em Brasília.

Na noite de quinta-feira 4, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente, publicou nas redes sociais que a entrevista estava confirmada para o Palácio da Alvorada. No entanto, já na madrugada de sexta-feira, a emissora respondeu por meio de nota, argumentando que a exceção não faz parte das regras atuais da série de entrevistas.

“Apesar de saber que as sabatinas seriam feitas nos estúdios da Globo, a assessoria de Jair Bolsonaro, na quarta-feira e na quinta, condicionou a concessão da entrevista a que ela fosse realizada no Palácio da Alvorada. Depois das eleições de 2014, porém, a Globo decidiu que sempre realizaria as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República em seus estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”, manifestou a emissora, em nota.

Segundo a Globo, foram convidados, além de Bolsonaro, ou outros quatro candidatos mais bem colocados em pesquisas de intenção de voto. Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) vão estar nos estúdios do Jornal Nacional, para serem entrevistados pelos âncoras William Bonner e Renata Vansconcellos.

Já André Janones (Avante), que desistiu da candidatura na última quinta-feira 4, deixa a agenda de conversas.

Pela agenda original divulgada pelo Jornal Nacional, Ciro Gomes seria entrevistado em 24 de agosto, uma quarta-feira. Nos dias seguintes viriam as entrevistas de Lula e Simone Tebet, nesta ordem. No entanto, com as saídas de Bolsonaro e Janones, a Globo deve reorganizar a agenda de conversas.

Revista Oeste
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem