PRINTOU: PT apaga post em que chama Moraes de "golpista" e "advogado do PCC"

Exclusão foi registrada um dia após outro partido político ser inserido no inquérito das fake news

Há quatro anos, Alexandre de Moraes foi criticado publicamente pelo PT | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Porto Velho, RO - Em 18 de maio de 2016, o Partido dos Trabalhadores usou o seu perfil oficial - e verificado - no twitter para atacar o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). "Golpista" e "advogado do PCC" foram alguns dos termos presentes na mensagem que, nesta 6ª feira (3.mai), não aparece mais publicada na conta da legenda na rede social.

A postagem original, que pode ser visualizada até hoje por meio de serviço de arquivo do Google, afirmava que o "#ministrogolpista Alexandre de Moraes advogou para o PCC e maquiou dados de letalidade policial". Na ocasião, o PT divulgou um link em que se referia a Moraes como "repressor de manifestações" ? o material, publicado no site do partido, está fora do ar.

Na época da mensagem em que foi chamado de "golpista" e "advogado do PCC", Moraes fazia parte do corpo ministerial de Michel Temer, que chegou à Presidência da República com o impeachment da petista Dilma Rousseff. Moraes respondia pelo Ministério da Justiça e só chegou ao STF em 2017.Mensagem foi apagada pelo PT | Foto: Reprodução/Twitter

Inquérito das fake news
Não é possível cravar quando, de fato, a postagem contra o hoje ministro do Supremo foi excluída do Twitter pelo PT. A constatação da exclusão da mensagem, porém, ocorre um dia após o Partido da Causa Operária (PCO) ser incluído no inquérito das fake news, no STF. Pela mesma rede social, o partido da sigla se referiu a Moraes como "skinhead de toga", conforme registrou o SBT News.

Fonte: SBT News
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem