Psol é o primeiro a desembarcar da coligação de Vinicius Miguel e Daniel Pereira


Porto Velho, RO - Sem o Psol, que decidiu na última semana se afastar da Frente Democrática integrada pelo PT, PCdoB, PSB, Solidariedade e PV, o grupo político de Rondônia de apoio a Lula na sua caminhada em busca do retorno à presidência da República, estará reunido hoje em Porto Velho, para decidir o futuro, após a saída do Psol, que não concorda com a pré-candidatura de Vinicius Miguel e do deputado federal Mauro Nazif, ambos do PSB, presidido no Estado pelo parlamentar, ao governo do Estado e ao Senado, respectivamente. 

Hoje (13) a Frente tem reunião para decidir o futuro do partido e a direção do Psol, que pretende lançar pré-candidatura própria, disse que vai aguardar o que será decidido no encontro desta segunda-feira, para definir o futuro do partido no Estado, segundo o seu presidente regional, Pimenta de Rondônia.

O impasse na Frente Democrática, que inclusive provocou a reunião de hoje, surgiu, após Nazif se manifestar da sua disposição de concorrer à única das três vagas ao Senado, não para a reeleição e de Vinícius Miguel pré-candidato a governador. 

O acordado seria o ex-governador Daniel Pereira, presidente regional do Solidariedade concorrer ao cargo que já ocupou, Ramon Cujuí, presidente do diretório municipal de Porto Velho do PT ao Senado e o ex-deputado federal, Anselmo de Jesus, presidente regional do PT, a vice. As convenções partidárias estão se aproximando (20 de julho a 5 de agosto) e exigem um trabalho de formatação junto as lideranças regionais numa pré-campanha, por isso a reunião de hoje, que pode consolidar a Frente Democrática, ou rachá-la.

Fonte: Waldir Costa/Rondoniadinamica
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem