Operação mira suspeitos de desmatar floresta na Estação Ecológica Soldado da Borracha em RO

Agentes cumpriram cinco mandados de busca e apreensão contra o grupo considerado criminoso em crimes ambientais. Unidade de conservação desmatada fica em Porto Velho e Cujubim

Localização da Esec Soldado da Borracha em Rondônia — Foto: WWF/Reprodução

Porto Velho, RO - Um grupo suspeito de praticar crimes ambientais na unidade de conservação Estação Ecológica Soldados da Borracha, em Porto Velho e Cujubim, está sendo alvo de uma operação nesta terça-feira (14). Chamada de Arigós, a operação busca apurar e combater grandes desmatamentos na região e nesta etapa os agentes cumprem cinco mandados de busca e apreensão em áreas urbana e rural.

Segundo investigação, o grupo criminoso investigado já causou um dano ambiental de 9.684 hectares, o equivalente a quase 9 mil campos de futebol. O dano ambiental praticado pelo grupo já pode chegar aos R$ 345 milhões.

A ação tem a participação do Ministério Público de Rondônia (MPRO), Delegacia de Repressão aos Crimes contra o Meio Ambiente (DERCCMA), Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (SEDAM), Núcleo de Operações Aéreas da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (NOA) e Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE).

O que busca a operação?
Os agentes de fiscalização buscam identificar quem são os mentores e beneficiários do desmatamento feito dentro da unidade de conservação ambiental.

Segundo o MP, esse grupo criminoso usava pessoas para "construírem uma espécie de blindagem contra as responsabilidades criminais, cíveis e administrativas decorrentes dos ilícitos cometidos a seu mando e conseguirem usufruir o respectivo proveito sob o manto da impunidade".

A Estação Ecológica Soldado da Borracha tem uma área de 178.948 hectares, que abrange os municípios de Porto Velho e Cujubim. Atualmente a unidade é de responsabilidade do estado de Rondônia.

Fonte G1
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem