Apagado, PSDB não terá candidato a presidente pela primeira vez desde sua fundação

Mário Covas foi o primeiro candidato à presidente pelo PSDB, em 1989

Porto Velho, RO - A disputa presidencial deste ano será a primeira em que o PSDB não participará com candidato próprio. Fundado em 1988, o partido concorreu ao Palácio do Planalto no ano seguinte, com Mário Covas. Em 1994 e em 1998, Fernando Henrique Cardoso venceu as eleições no primeiro turno.
Entre 2002 e 2014, o PSDB terminou em segundo lugar, quando perdeu para Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (duas vezes cada). Em 2018, com a candidatura de Geraldo Alckmin, o partido teve 4,76% dos votos válidos — o pior resultado da história da sigla.

Nas eleições deste ano, o PSDB teve como pré-candidato o ex-governador de São Paulo João Doria, que não conseguiu alavancar seu nome. O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite também foi cogitado para a disputa. Ele fez reuniões em Brasília para se viabilizar, o que não ocorreu.

Atualmente, parte do ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, que ocupa cargo de deputado federal, a tentativa de fazer o PSDB lançar candidato próprio, o que fica mais difícil com a decisão desta quinta da executiva nacional.

Fonte: Revista Oeste
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem