Ainda desfalcado, Corinthians encara o Cuiabá e tenta seguir isolado na liderança do Brasileirão

Timão visita a Arena Pantanal nesta terça-feira em busca de uma nova vitória

Porto Velho, RO - O técnico Vítor Pereira terá que novamente escalar um Corinthians com muitos desfalques no confronto diante do Cuiabá, nesta terça-feira, às 21h30, na Arena Pantanal, pela décima rodada do Brasileirão. Assim como foi na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO na última rodada, a lista de ausências do líder da competição segue grande.

O treinador português, que vem adotando um esquema de rodízio no time, justamente com o intuito de evitar muitas lesões e o desgaste físico do elenco, só terá a volta do zagueiro Raul Gustavo para a próxima partida. O defensor havia desfalcado o time por testar positivo para a covid-19, mas já foi liberado pelo departamento médico.

O volante Maycon, um dos destaques do time no ano, cumpriu suspensão na última rodada, mas será desfalque por um incômodo no músculo adutor da perna direita. O lateral-direito Fagner, o zagueiro João Victor e o meia-atacante Willian também não vão a campo. Os jogadores ainda estão em processo de transição para voltar a jogar.

Questionado após a vitória sobre o Atlético-GO sobre o que poderia melhorar no time, o treinador português salientou a importância de zerar a lista de desfalques.

"A melhorar? São os sete jogadores que estão lesionados voltarem. Não melhoramos automaticamente. É recuperar esses jogadores, que são importantes", disse.

Com 18 pontos, o Corinthians pode aumentar a distância para o vice Palmeiras e o terceiro colocado Atlético-MG, ambos com dois pontos a menos. Apesar de estar no topo, o poderio ofensivo pode melhorar.

A vitória magra sobre o Atlético-GO no último sábado encerrou uma sequência de cinco empates seguidos, mas as cobranças por atuações menos irregulares continuam. A equipe é a que menos finalizou no Brasileirão, ao lado do Goiás, e é a 17ª em arremates na direção do gol, segundo o site Footstats. Apesar disso, o time tem o segundo ataque mais goleador da competição com 13 gols, ao lado de Palmeiras, Atlético-MG e Coritiba, ficando atrás apenas do rival São Paulo.

Adversário desta terça, o Cuiabá está na zona do rebaixamento do Brasileirão e não vence há seis jogos. O time de Mato Grosso poderá ter a estreia do técnico português, António Oliveira, com passagem pelo Athletico-PR.

Fonte: Estadão Conteúdo
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem