Dedicação em salvar vidas é destacada na homenagem aos profissionais da enfermagem de Rondônia

No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro – HBAP, a data alusiva ao profissional da Enfermagem também será comemorada

Porto Velho, RO - Dia 12 de maio é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem, em homenagem às pessoas que dedicam suas vidas para salvar outras vidas. Normalmente, entre os dias 12 e 20 de maio são organizadas atividades destinadas aos profissionais de enfermagem, como palestras e discussões que visam potencializar as funções do seu trabalho.

O Governo de Rondônia destaca a importância desses profissionais que se empenham em cuidar e salvar vidas, fatos que tornaram-se ainda mais destacados durante a pandemia em que a atuação de cada um foi grandiosa. “Profissionais que merecem todo o respeito pela dedicação e cuidado. Todos estiveram na linha de frente do enfrentamento da pandemia do coronavírus e se dividiram entre cuidar de seus familiares e dos pacientes que chegaram às unidades de saúde. Parabéns a todos os profissionais desta tão importante área que honram a profissão na missão de servir à sociedade”, destacou o governador do Estado, Marcos Rocha.

A secretária de saúde, Semayra Gomes ressalta a importância do profissional de enfermagem, sobretudo no período crítico da pandemia. “Além dos atendimentos de rotina, tivemos muitos casos graves em que o paciente precisou ir para UTI. Foi justamente nesse ambiente que o profissional enfermeiro prestou assistência integral e qualificada para os pacientes. Com cuidados específicos e a sistematização da assistência de enfermagem, foi possível recuperar e reabilitar muitos pacientes”, enfatiza a secretária.

No Centro Tropical de Medicina de Rondônia – Cemetron, os profissionais receberam certificados, uma justa homenagem para todos aqueles que destinaram suas vidas para cuidar de pacientes internados com covid-19.

A enfermeira Iris Land, que trabalha na Unidade de Terapia Intensiva -UTI do Cemetron, destacou a importância do profissional para os pacientes críticos do Hospital. “Ser enfermeira é a arte e eficiência do cuidado aos pacientes graves na UTI. Temos grandes responsabilidades com o nosso internado, e precisamos ter uma atenção especial por se tratar de paciente que apresenta sintomas críticos. Então nosso papel é fazer o monitoramento contínuo, cuidados intensivos, além da humanização”, diz enfermeira.

Já a enfermeira, Alassia Costa explica qual o papel da enfermagem na Rede Pública de Saúde. “A profissão da enfermagem é algo muito importante e muito relevante, porque cuida de vidas em momentos que as pessoas mais precisam. Então, a gente cuida, não somente com a melhor técnica, como também, o melhor conforto para esses pacientes para que possam se reestabelecer e voltar para seus familiares”, explicou a servidora, que também atua no Cemetron.

No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro – HBAP, a data alusiva ao profissional da Enfermagem também será comemorada, mas na próxima segunda-feira (16), com uma manhã de beleza para enfermeiras e enfermeiros da unidade. De acordo com Rodrigo Bastos, diretor do HBAP, a ação é uma forma de agradecer a cada profissional que dedicou suas horas de descanso para atender as demandas da unidade de saúde.

No Hospital Regional de Cacoal e Hospital de Urgência e Emergência, a programação será na próxima terça-feira (17), com um jantar oferecido para a equipe de enfermagem e direção do hospital para homenagear os profissionais.

ENFERMAGEM NA PANDEMIA


Desde o início da pandemia, diversos profissionais da saúde se mobilizaram em todo o mundo, trabalhando no limite da exaustão física e emocional para salvar o maior número de vidas possível. Em meio a uma crise sanitária sem precedentes, umas das áreas que mais ganhou relevância e protagonismo foi a Enfermagem.

Com o processo de imunização em massa da população, visto nos últimos meses, a Enfermagem também esteve à frente na aplicação de imunizantes e na busca ativa e conscientização de não-vacinados.

A secretaria de saúde, enfatizou que a enfermagem facilitou a mediação entre as famílias e os pacientes que precisaram de atenção especializada. “Para as pessoas que necessitaram ficar em isolamento durante o período de adoecimento, além de profissionais, nossos enfermeiros são anjos aos olhos desses pacientes”, finalizou Semayra.

FALE CONOSCO

Para aprimorar o contato com a população, as sugestões, reclamações, elogios, denúncias ou solicitações devem ser dirigidas à Ouvidoria do Governo do Estado de Rondônia, pelo telefone 0800-647-7071.

Fonte: Por Ludmary Nascimento/Secom
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem