Dobradinha antiga pode ser a única saída para o MDB e Daniel Pereira, hoje fora do pleito

Porto Velho, RO - Governador – O senador Confúcio Moura (MDB) é um político diferenciado. Antenado, gentil, observador, que parece inseguro, mas não é disse recentemente em live pessoal, junto com a esposa Maria Alice, que não é pré-candidato a governador, cargo que ele já ocupou em dois mandatos seguidos. Confúcio não cumpriu, ainda, a metade dos oito anos de mandato no Senado, está caminhando para o quarto ano. Apesar de antecipar que não será candidato, o seu partido, o MDB, sigla onde ele manda e desmanda não tem candidato a governador. Como as convenções estão distantes (20 de julho a 5 de agosto, temos mais de 4 meses para a realização, e escolha dos candidatos, que concorrerão em outubro próximo. Pessoas ligadas ao senador garantem que Confúcio será candidato e terá seu ex-vice como parceiro: Daniel Pereira, presidente do Solidariedade, que assumiu o governo, após Confúcio renunciar em abril de 2018, para disputar e ganhar o governo do Estado. Quem viver verá...


MDB – O partido que já foi o maior e mais importante do país, hoje tem até dificuldades para conseguir uma boa nominata aos cargos proporcionais e majoritário, como ocorre em Rondônia. Em 2018 o ex-presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Maurão de Carvalho, ainda no cargo, deixou o PP e assinou ficha de filiação do MDB, a convite do ex-senador e liderança maior do partido, na época, Valdir Raupp, que concorreu à reeleição em 2018, sem sucesso. Na convenção para escolha da nominata para concorrer em 2018, Confúcio, que tinha deixado o cargo de governador impôs sua candidatura a uma das duas vagas ao Senado e seus assessores e simpatizantes promoveram um quebra-quebra na sede do partido, em Porto Velho, onde esteva sendo realizada a convenção.


MDB II – Após a confusão, que teve até tapa na cara do ex vice-prefeito de Porto Velho e ex-chefe da Casa Civil de Confúcio, Emerson Castro proferido pelo presidente regional do partido, Tomas Corrêa, Maurão foi homologado candidato ao governo e Confúcio e Raupp para o Senado. Confúcio se preocupou somente com sua campanha, ignorou Maurão, e Raupp, desprestigiado, somou pouco mais de 80 mil votos e não influenciou positivamente na campanha. Mesmo assim, com um trabalho simples e utilizando sua imagem de bom político, Maurão não foi para o segundo turno, porque o atual governador, Marcos Rocha, que era do PSL, obteve 10.001 votos a mais. Sem espaço no MDB, hoje dominado pelo grupo de Confúcio, Maurão deixou o partido e está no PTB.

MDB III – O MDB já tentou vários nomes, como o prefeito reeleito de Jaru, João Gonçalves Júnior, a ex-secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, hoje ocupando o mesmo cargo em Goiás, mas não tem um nome forte para disputar o governo do Estado. Já Maurão certamente estará compondo com algum grupo político, provavelmente como vice, pois é bom de voto, e concorrer nas eleições de outubro próximo. O deputado federal, presidente regional do Podemos e pré-candidato a governador Léo Moraes também foi convidado a se filiar ao MDB e disputar a sucessão estadual, mas as negociações não tiveram solução de continuidade. O prazo para que deputados federais e estaduais mudassem de partido terminou no primeiro dia deste mês. Léo permaneceu no Podemos e trabalha sua pré-candidatura ao governo. A deputada federal Mariana Carvalho, que presidia o PSDB se filiou ao Republicanos, comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Alex Redano, e visa uma candidatura ao Senado, não ao governo. Os bastidores da política, até as convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) prometem.


Pimenta – Os representantes do legislativo municipal de Pimenta Bueno, vereador Vicente Pinheiro de Souza (PDT) e o diretor financeiro da Câmara Municipal, Edgar Aparecido Ferreira visitaram na manhã de hoje (6) a Escola do Legislativo, mantida pelos deputados estaduais. No contato com o diretor-geral da escola, Fábio Ribeiro, Vicente e Edgar discutiram a realização do 3º Fórum de Legisladores Municipais, que será realizado nos dias 3, 4 e 5 de maio próximo no auditório da Assembleia Legislativa com palestras de técnicos renomados. A escola dos deputados oferece semanalmente cursos de aprimoramento da mão de obra pública municipal, estadual e federal e também a boa parte da comunidade com as vagas excedentes, e entrega de certificados aos concluintes dos diversos cursos.

Respigo

A Polícia Federal (PF), que passou um bom período sem atuar em Rondônia esta semana bateu recorde de ações. Tivemos atividades em Vilhena, Porto Velho e hoje (6) novamente em Vilhena envolvendo servidores do Detran +++ Como os dias de maior ação são às sextas-feiras tem muita gente viajando hoje e outras preocupadas com a possibilidade de receber visitas nada agradáveis para o “café da manhã”, amanhã. O bicho está pegando +++ As eleições gerais (presidente da República, governadores; uma das três vagas ao Senado nos Estados e no Distrito Federal, além de Câmara Federal e Assembleias Legislativas) já motivam ataques dos mais variados a políticos, principalmente a seus aliados. Com a opção das redes sociais, onde todos são “jornalistas” e “repórteres-fotográficos”, já é possível antever, que teremos uma campanha chula, agressiva e vazia de propostas viáveis.

Por: Waldir Costa - Rondoniadinamica
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem