Mão de obra reeducanda é utilizada em frentes de trabalho em Porto Velho e outros municípios


Um total de 16 reeducandos lotados na Gerência de Ações Urbanísticas (GAU) atendem a diversas demandas

Porto Velho, RO - Utilizando o trabalho como meio de ressocialização social no sistema carcerário de Rondônia, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) por meio de convênio firmado com o Departamento de Estradas, Transporte e Rodagens (DER) vem realizando ações para melhorias na infraestrutura da Capital, beneficiando diretamente a sociedade.

Um total de 16 reeducandos lotados na Gerência de Ações Urbanísticas (GAU) atendem a diversas demandas de roçagem, reformas e até calçamento em estabelecimentos públicos, como foi realizado no 5º Batalhão da Polícia Militar. Os reeducandos são responsáveis por realizarem a roçagem durante todo o ano no Espaço Alternativo e atendem também às escolas do Estado, sempre que o serviço é solicitado.

Todos os reeducandos inseridos no convênio passam por uma criteriosa seleção realizada pela Sejus. Outro fator para o sucesso dos convênios são os benefícios destinados aos reeducandos. Todos inseridos no convênio são beneficiados com a remição de pena, prevista na Lei n. 7.210/84 de Execução Penal (LEP), que concede 1 dia de remição a cada 3 trabalhados. Os 16 reeducandos recebem atualmente 1 salário mínimo através do convênio.

O trabalho ofertado dentro das unidades diminui a ociosidade entre os internos incentivando os mesmos a seguirem uma rotina laboral se inserindo no mercado de trabalho no pós-cumprimento de pena, fator primordial para a ressocialização social.

O gerente de reinserção social, Fábio Recalde, destaca que convênios como este estimulam os internos a seguirem dignamente quando postos em liberdade. “A partir do momento que os internos são inseridos em atividades de trabalho, o comportamento e visão deles se transformam. Eles percebem que podem recomeçar da forma correta, através do trabalho, dedicação, disciplina e força de vontade”, concluiu.

Fonte: SECOM
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem