Rondônia no noticiário nacional: UTIs lotadas e retorno forte do Coronavírus levam estado às principais manchetes do país

 

A despeito dos alertar entoados pelas autoridades sanitárias boa parte da população rondoniense não retornou sequer para tomar a segunda dose da vacina contra a COVID-19


Porto Velho, RO – O retorno agressivo de casos de Coronavírus (COVID-19/SARS-CoV-2) nesta reta final de ano abalroou de novo o Estado sobrecarregando o sistema de saúde.

Assim, Rondônia volta ao noticiário nacional, desta feita em decorrência do regresso das filas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) após oito meses sem espera.

O Metrópoles, site de Brasília, por exemplo, reiterou que há pelo menos 148 pessoas internadas ou com suspeita ou com diagnóstico positivo para a enfermidade.

Quatro cidadãos, inclusive, aguardam vagas em UTIs; outros três esperam por leitos clínicos.



Além dos festejos de final de ano, flexibilização de medidas de ordem sanitária (que também estão voltando) e a própria população onde parte significativa não voltou sequer para tomar a segunda dose da vacina, há ainda a negligência em relação a precauções pessoais.

Sobre o ciclo vacinal incompleto a preocupação patrocinada pelas autoridades do Estado, foi o próprio secretário de Saúde (Sesau/RO) Fernando Máximo que expôs os números graves, que, por ora, refletem na maior parte entre internados graves – e falecimentos.

RELEMBRE
Negacionistas contribuem com retorno de casos de Coronavírus em Rondônia; não-vacinados são vítimas da própria ignorância

O Metrópoles aponta também a questão a respeito da redução no número de leitos. Por exemplo, em julho deste ano, pontua a veiculação, “o Hospital de Campanha da Zona Leste de Porto Velho e a Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI) não tinham mais pacientes internados com Covid-19. Com a queda no número de internações, o número de leitos começou a ser reduzido”.
No total, versa o site, “a queda foi de 77,5% nos leitos clínicos e de 72,5% em UTIs”. 

Fonte: Por Rondoniadinamica, 06/12/2021
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem