O dia 07 de dezembro na história de Porto Velho, Rondônia, Brasil e Mundo

 



O DIA NA HISTÓRIA

Lúcio Albuquerque
jlucioac@gmail.com

BOM DIA 7 DE DEZEMBRO!

COMEMORA-SE

Dia Nacional da Assistência Social. Dia Nacional da Silvicultura. Dia Internacional da Aviação Civil. Dia Internacional do Médico Cirurgião Plástico.

Católicos lembram Santo Ambrósio e Santa Ana (mãe de Samuel).

RONDÔNIA

1835 – Nasce em Massachusetts, EUA, o coronel Earl Church, que tentou por duas vezes construir a ferrovia Madeira-Mamoré, no século XIX e fracassou em ambas.

BRASIL

1866 — D. Pedro II abre a navegação dos rios Amazonas e São Francisco, e afluentes, aos navios mercantes de todas as nações.

1940 — O Presidente Getúlio Vargas promulga o Código Penal Brasileiro.

1966 — O presidente Castelo Branco reconvoca o Congresso Nacional para debater o projeto da nova Constituição.

1976 — É criada a Comissão de Valores Mobiliários do Brasil.

1987 — A Unesco declara o Plano Piloto de Brasília “Patrimônio Cultural da Humanidade”.

1988 — Realizado com sucesso o 1º transplante simultâneo de coração e pulmão em um único receptor.

MUNDO

1676 — O astrônomo Ole Rømer determina a Velocidade da Luz em 299.792.458 m/s.

1941 — O Japão ataca Pearl Harbour, o que faz os EUA entrar na II Guerra Mundial.

1990 — O Papa João Paulo II publica a encíclica Redemptoris Missio sobre a validade permanente do mandato missionário.

FOTO DO DIA

Ainda com os velhos uniformes anteriores à II Guerra Mundial, militares do contingente do Exército baseados em Porto Velho, desfilam na Avenida Sete de Setembro nas celebrações da Independência em 1950, encerrando a programação, observados, do alto de um barranco - provavelmente onde mais tarde foram construídos a Praça Rondon e o Fórum Ruy Barbosa, por populares e um grupo de desfilantes que os antecederam. A primeira tropa do Exército a se instalar em Porto Velho em 1933, ao mesmo tempo que unidades em nível de pelotão foram designadas para Forte Príncipe de Guajará-Mirim. Chamados “contingentes especiais”, subordinaram-se à Inspetoria dos Contingentes Especiais de Fronteira Guaporé-Mamoré, cujo inspetor era o Capitão Aluízio Ferreira, então Diretor da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

Fonte: Por Lúcio Albuquerque, 07/12/2021
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem