Everaldo Fogaça diz que Prefeitura pode utilizar até 73% do Fundeb para o pagamento do Abono


Porto Velho, RO - 
O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) votou contra o Projeto de Lei Complementar 1202/2021, de autoria do Executivo Municipal, que congela o salário de 856 servidores municipais do município de Porto Velho.

Segundo ele, os servidores já estão com os salários congelados por uma lei federal desde o ano passado, quando iniciou a pandemia, e não podem mais sustentar sucessivos prejuízos em seus vencimentos.

“Tenho mantido minha coerência aqui nessa Casa de não ir contra o servidor público. Qualquer matéria que seja contra o servidor eu tenho me posicionado contra e não seria diferente nesse momento”, ressaltou.

O vereador disse ainda que desindexar gratificações através do congelamento (desindexação) da UPF é uma forma sorrateira de suprimir direito dos servidores que prestam grande serviço à municipalidade.

“Esse projeto vai atingir centenas de servidores como médicos, procuradores e fiscais. Se o Município realmente pagar esses servidores por suas produtividades jamais congelaria esses gatilhos salariais”, finalizou.

Confira como votaram os vereadores:

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem