Senador crítica modelo de concessão da BR 364 e revela preços a serem praticados em Rondônia


Porto Velho, RO - Em vídeo que vem sendo compartilhado no WhatsApp, o senador Acir Gurgacz (PDT) faz duras críticas à concessão da BR 364, cujo leilão deve acontecer no final deste ano. A rodovia federal é a principal de Rondônia e corta as maiores cidades do Estado.

Dona de empresa de ônibus, e portanto afetado diretamente pela entrega da estrada à iniciativa privada, Gurgacz comenta uma das propostas contidas no edital de concessão: apenas 113 km da rodovia, entre as cidades de Jaru e Presidente Médici, serão duplicados.

O senador também revela que a implantação de terceiras faixas na estrada, entre Vilhena e Porto Velho, só começará a ser feita após 05 anos da formalização da concessão. Ou seja, se tudo correr como previsto, a medida entra em vigor a partir de 2027.

Em outro trecho do vídeo, Acir revela os valores que serão cobrados nas oito praças de pedágio a serem implantadas ao logo da rodovia. Os preços se referem ao trecho de Vilhena a Porto Velho, e devem ser somados em dobro, pois considera apenas o trajeto de ida ou retorno: carros de passeio pagarão 80 reais; e os caminhões bi-trem, normalmente usados no transporte de grãos, terão que pagar mais de 700 reais para percorrer os pouco mais de 700 km entre as duas cidades.



Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem