Idaron promove ciclo de treinamentos sobre vigilância baseada em risco para prevenção à febre aftosa


Porto Velho, RO - Objetivando fortalecer as garantias para manutenção do status sanitário de área livre de febre aftosa sem vacinação, conquistado por Rondônia em maio do ano passado junto a Organização Mundial de Sanidade Animal (OMSA), o Governo estadual, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), promoveu, de 30 de maio a 14 de junho, uma série de treinamentos sobre vigilância baseada em risco, para prevenção da introdução da doença no estado.

As atividades tiveram como público alvo médicos veterinários e técnicos agropecuários da Agência Idaron em todas as regionais. A iniciativa busca também promover maior envolvimento do ente público com as instituições e produtores ligados ao agronegócio. Objetiva ainda a detecção precoce da doença, dentro do território rondoniense, caso haja introdução do vírus.

“Após o treinamento, os servidores da Idaron iniciarão visitas às propriedades rurais, em todo o estado, para orientar o pecuarista quanto às medidas de prevenção e como detectar precocemente a doença”, explicou o presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres.

As orientações têm como destaque temas como a biosseguridade, fatores de risco e os procedimentos que podem ser adotados pelos produtores para minimizar esses fatores e diminuir a vulnerabilidade da propriedade em relação a aftosa.



A nova metodologia aumentará a sensibilidade da vigilância ativa, oportunizando a detecção precoce por meio de dados da vigilância passiva. “Esse treinamento integra o rol estratégico do plano de ação que traz metas específicas para prevenir a aftosa, plano esse que começa a ser posto em prática a partir deste mês de junho”, destacou Fabiano Alexandre, Gerente de Defesa Sanitária Animal.

O treinamento foi realizado por regional, sob orientação dos médicos veterinários Márcio Petró, Emanuela Panizi e Bethânia Santos, que, além dos temas, apresentaram novas ferramentas digitais que traçam um roteiro padronizado para o trabalho de campo dos profissionais da Idaron em todas as regionais.

Cerca de 200 profissionais participaram da capacitação que foi realizada em Vilhena, Pimenta Bueno, Rolim de Moura (que também contou com participação de servidores lotados na regional de São 
Francisco), Ariquemes, Ji-Paraná (com presença também de servidores de Jaru) e em Porto Velho.



Treinamento realizado em com servidores da Regional de Vilhena

Treinamento realizado com servidores da Regional de Pimenta Bueno

Treinamento realizado com servidores das Regionais de Rolim de Moura e São Francisco

Treinamento realizado em com servidores da Regional de Ariquemes

Em Ji-Paraná o treinamento foi realizado em conjunto com servidores das Regionais de Jaru e Ji-Paraná
Treinamento teve a última etapa realizada com servidores da Regional de Porto Velho


Fonte: idaron.ro.gov/IDARON
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem