Rede de Cafés de Rondônia promove Workshop sobre Melhoramento Participativo

Abertura do Workshop de Melhoramento do Café, em Cacoal

Porto Velho,RO -
Realizado em Cacoal, Rondônia o primeiro Workshop sobre Melhoramento Participativo da Rede de Cafés, evento que reuniu os principais atores ligados à cadeia produtiva do café no estado de Rondônia: cafeicultores, técnicos extensionistas, representantes das principais instituições públicas ligadas ao setor cafeeiro com renomados pesquisadores da área de melhoramento genético, num total de 58 participantes.

O objetivo do evento, realizado em 10/06, foi discutir aspectos relativos aos avanços da cafeicultura clonal, desenvolvimento de variedades, variabilidade e erosão genética, além do futuro da cafeicultura.

Participaram da abertura a secretária adjunta Francirlene Santana (SEDEC-RO), o diretor técnico Raphael Cidade (EMATER-RO), o superintendente José Valterlins Calaça (MAPA), o secretário de agricultura Janderson Dalazen (SEAGRI-RO) e a chefe geral Lúcia Wadt (Embrapa Rondônia). O pesquisador da Embrapa Rondônia, Alexsandro Lara Teixeira, apresentou o projeto “Rede de Avaliação de clones de café no estado de Rondônia” cujo objetivo é valorizar e reconhecer os cafeicultores de Rondônia, realizando a caracterização agronômica dos clones mais plantados no estado, possibilitando que os próprios produtores possam registrá-los junto ao MAPA.

Em seguida o estudante de doutorado da UNICAMP, Michel Baqueta, apresentou alguns resultados preliminares referente à diversidade química de cafés cultivados em Rondônia, utilizando o equipamento de espectroscopia de infravermelho próximo (NIR).

O segundo momento do workshop foi uma Mesa Redonda sobre “Diversidade e erosão genética na cafeicultura clonal”, onde o Dr. Aymbiré Francisco Almeida da Fonseca (pesquisador aposentado da Embrapa Café) atuou como moderador das falas dos participantes Sr. Geraldo Jacomin (viveirita e cafeicultor de Rondônia), Dra. Eveline Teixeira Caixeita (pesquisadora da Embrapa Café lotada na Universidade Federal de Viçosa - UFV), Dra. Maria Amélia Gava Ferrão (pesquisadora da Embrapa Café lotada no INCAPER) e a Dra. Ana Carolina Andrade Silva (doutoranda em Genética e Melhoramento da UFV).

Ao iniciar a mesa redonda, o moderador Aymbiré Fonseca fez uma menção honrosa ao Dr. Wilson Veneziano em agradecimento ao relevante trabalho de melhoramento genético do cafeeiro realizado pelo pesquisador que contribuiu para a transformação da cafeicultura no estado de Rondônia. As apresentações da mesa redonda enfatizaram sobre a importância da conservação genética e manutenção da variabilidade do café canephora; a importância do produtor no processo de seleção de clones e os benefícios do melhoramento participativo; os riscos do uso de poucos clones para a formação das lavouras; as técnicas de análise molecular para obtenção da “identidade genética” dos clones e as novas estratégias de seleção para o desenvolvimento de novas cultivares.

Esse evento faz parte das atividades do projeto “Rede Estadual de Avaliação de Clones de Cafés”, cujo lançamento ocorreu em fevereiro de 2021, com a assinatura de convênio entre o Governo do Estado de Rondônia e a Embrapa Rondônia. Para a execução do projeto, o Conselho de Desenvolvimento do Estado de Rondônia (CONDER) aprovou a liberação de recursos do Fundo de Desenvolvimento Industrial de Rondônia (FIDER), por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico - SEDEC. O projeto conta com a parceira da SEAGRI e EMATER e apoio do MAPA, IDARON, Câmara Setorial do Café.

Fonte: Embrapa Rondônia
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem