Eletrobras lança oferta pública de ações para a sua privatização

A estatal é considerada a maior empresa energética da América Latina. Foto: Reprodução

Porto Velho, RO - A Eletrobras deu o passo inicial para a privatização, nessa sexta-feira (27) a companhia lançou a oferta pública de ações ao mercado. Pelas estimativas do governo, a operação poderá movimentar R$ 30 bilhões. A estatal é considerada a maior empresa energética da América Latina.

De acordo com o aviso, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta primária será, inicialmente, de 627.675.340 milhões de ações. E a oferta secundária será de 69.801.516 milhões de ações do BNDESPar, realizada simultaneamente no Brasil e no exterior.

O início do período de reserva será de 3 a 8 de junho, sendo 7 de junho para a reserva prioritária. O processo de coleta de intenções de investimento, conhecido como “bookbuilding” será em 9 de junho, quando será definido o preço por ação, com base no interesse dos investidores.

No último dia 18, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou por 7 votos a 1, o modelo de privatização da Eletrobras. Esta era a última etapa pendente para que o governo pudesse executar o processo de desestatização da companhia, o que pode ocorrer ainda em 2022.

Fonte: DP Redação
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem