Leite diz que aceitaria ser candidato a vice-presidente em chapa com Tebet


Ex-governador Eduardo Leite (PSDB) afirmou que Simone Tebet (MDB) tem condições de ser uma liderança na construção de uma alternativa contra a polarização entre Bolsonaro e Lula.| Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senad

Porto Velho, RO - O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), que renunciou ao cargo para disputar as eleições em outubro, afirmou nesta segunda-feira (4) que estaria disposto a apoiar outros candidatos que tenham capacidade de liderança política e indicou que poderia compor chapa como vice-presidente na candidatura da senadora Simone Tebet à Presidência para ajudar a construir uma alternativa à polarização política. As declarações foram feitas em entrevista para a Rádio Eldorado.

“É esse sentimento que deve embalar qualquer tipo de decisão. O sentimento de amor ao Brasil, de atendimento ao nosso papel como lideranças políticas, não apenas buscando ocupar um espaço político concorrendo, mas também apoiando eventualmente aqueles que tenham essa capacidade. Entre outras pessoas, o nome da senadora Simone Tebet. Ela tem toda a condição também de ser uma liderança desse projeto. É muito prematuro falar em que posição cada um tem que assumir. Acho que a disposição nossa tem que ser de construir, apoiando, participando na chapa como vice-presidente, se for o caso", sinalizou Leite.

"Tudo tem de ser muito conversado de forma a viabilizar aquilo que mais tenha capacidade eleitoral. Eu tenho muito respeito pelo mandato da senadora Simone Tebet, assim como pela sua aspiração legítima de se apresentar como candidata. A gente ainda não avançou em conversas nessa direção, mas haverá o momento apropriado”, afirmou.

Fonte: Por Gazeta do Povo
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem