O último apaga a Luz: PT perde seu único representante político de destaque em Rondônia

Deputado Lazinho da Fetagro trocou o PT pelo PSB para disputar a reeleição

Porto Velho, RO - O deputado Lázaro Aparecido Dobri, mais conhecido como Lazinho da Fetagro (PT) aproveitou a janela partidária e deixou as fileiras do Partido dos Trabalhadores de Rondônia. Em seu segundo mandato, Lazinho segue para o PSB, onde deve disputar a reeleição à Assembleia Legislativa. Lazinho era o único representante do partido dos Trabalhadores de Rondônia com mandato e sua saída mostra o enfraquecimento político do PT, envolvido em diversos escândalos desde o governo Lula.

A situação de Lazinho da Fetagro dentro do partido dos Trabalhadores estava insustentável desde a última eleição estadual, quando foi acusado por correligionários em grupos de Whatsapp, de traição aos partido. Lazinho processou os acusadores e recentemente ganhou indenização por dano moral, além de retratação pública dos acusadores.

A saída de Lazinho tira do PT uma das suas únicas referências políticas no estado que ainda mantinha mandato eletivo. O partido ainda possui alguns vereadores no estado, mas sem expressão política estadual. 

Para as eleições deste ano, o PT tenta se reinventar, escanteando velhos líderes como a ex-senadora Fátima Cleide e o ex-prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho e trazendo para as suas fileiras nomes como o ex-governador Daniel Pereira, que deve disputar o Senado da República e o ex-presidente da Assembleia Ermínio Coelho, que tenta um novo mandato como deputado estadual pela legenda vermelha.

Lazinho da Fetagro, por sua vez, segue para a tentativa de sua segunda reeleição no partido comandado no estado pelo Deputado Federal Mauro Nazif. Lazinho fortalece a bancada socialista na Assembleia, que já tem dois nomes fortes (Chiquinho da Emater e Ismael Crispim, hoje uma das surpresas positivas da atual composição do parlamento estadual). 

Com este trio, o PSB começa a formação de uma forte nominata para tentar repetir o feito e reeleger os nomes fortes que cooptou, até porque todos os três nomes do partido na ALE são muito viáveis perante o eleitorado.

Da Redação
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem