Faleceu hoje Ex-prefeito de Ji-Paraná e empresário José Otônio Lima



Porto Velho, RO - O ex-prefeito de Ji-Paraná/RO, empresário José Otônio Lima Silva, morreu hoje de complicações de saúde. No ano passado ele realizou exames no Hospital Israelita Albert Einstein onde obteve diagnóstico de obstrução intestinal.

O ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), lamentou a morte do amigo. “Extremamente triste recebi o falecimento do meu amigo, irmão e como um pai em Rondônia, nosso pioneiro há 60 anos em Vila de Rondônia José Otonio Lima Silva.

Pessoa que me deu todas as oportunidades em minha vida, que me introduziu na política, que foi prefeito de Ji-Paraná e um dos maiores empresários no ramo de combustíveis do estado. Contribuiu muito para o desenvolvimento de Ji-Paraná e de nosso estado. Meus sentimentos aos familiares e amigos”.

O ex-deputado estadual e ex-vice-governador Airton Gurgacz, também lamentou a morte do amigo: “Recebemos neste momento a noticia do falecimento do empresário e pioneiro José Otõnio Lima e Silva”.

Homenagem feita pelo jornalista Roberto Gutierrez a Zé Otônio às vésperas do Natal 2020.

Houve um tempo em que as luzes do Natal em Ji-Paraná eram possíveis porque Zé Otônio, dos Postos Vitória, as proporcionava. Quantas crianças, quantas famílias nas décadas de 80, 90 e ano 2000 não viveram essa magia – e nada, nada mesmo era cobrado. Centenas de cestas de alimentos Zé as manda distribuir entre funcionários, amigos e necessitados.

Houve um tempo em que o Natal ganhou forma plástica em Ji-Paraná porque José Otônio Lima Silva dava vida aos presépios da imaginação humana. Tenho orgulho de dizer que Zé é meu amigo de verdade – de confidências e histórias de um tempo que não volta mais.

Hoje, 2020, Ji-Paraná está linda, enfeitada para o Natal com Papai Noel Gigante, adornos de reciclagens, micro lâmpadas de Led, mas, a origem dessa magia que nos torna seres humanos sensíveis, com olhar ao próximo, nasceu da estrela com rabo feita com lâmpadas incandescestes, ainda na época da Vila de Rondônia, quando sequer luz elétrica havia direito.

Essa magia transcendeu de um homem simples, digno, correto e extremamente humano. Em nome de todos que viveram essa época, amigo Zé, muito obrigado. Que Deus te dê muita saúde e lucidez nesta jornada que, em pouco mais duas décadas se tornará um centenário.

Desaparece não, Zé. Ji-Paraná gosta muito de você. Com essa homenagem, externo a todos o meu desejo e, certamente do Zé Otônio, de um feliz Natal e um 2021 da redenção dos nossos sonhos. Roberto Gutierrez. 23/12/2020

Fonte: MaisRO
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem