Indefinido politicamente, Vinícius Miguel inicia pré-campanha ao Governo do Estado

Professor foi adversário Hildon Chaves em 2020 com críticas severas à política Tucana, mas assumiu duas secretarias durante o governo do tucano e agora posiciona contra a federação do seu partido, o Cidadania, com o PSDB e ameaça trocar de legenda. Até o PT já foi cogitado.

Vinícius Miguel Raduan - Cidadania
Porto Velho, RO - O professor Vinícius Miguel confirmou nessa semana a sua intenção de disputar novamente o governo do Estado de Rondônia e já está com o pé na estrada em busca de apoios. Em carta enviada ao prefeito Hildon Chaves (PSDB) na última terça-feira, ele pediu exoneração do cargo de Secretário de Agricultura do município de Porto Velho para se dedicar à organização da sua campanha.

Historicamente ligado à esquerda, Miguel Raduan é advogado e professor universitário, e foi candidato pela primeira vez em 2018, quando concorreu ao Palácio Rio Madeira. Na oportunidade, disputando pelo partido Rede Sustentabilidade, ele conquistou 110.585 votos, ficando na quarta posição, atrás de nomes mais experientes na política como Expedito Junior, Marcos Rocha e Maurão de Carvalho. Em 2020 foi candidato à prefeito de Porto Velho, quando assegurou 29.369 votos (13,36%), fincando na terceira colocação.

Filiado ao Cidadania, ele explica que está conversando com integrantes de outros partidos, inclusive do arco de esquerda. Pessoalmente, o professor não acredita nas conversas de formalização de federação entre o Cidadania e o PSDB, cujo pacto foi aprovado pelo seu partido nesta semana. “Quem sabe eu até mude de partido,”, disse ele,  repelindo a aproximação com o tucanato, embora tenha servido ao governo do tucano prefeito Hildon Chaves, de quem foi adversário na campanha, durante quase dois anos.

Da Redação

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem