Rússia e Ucrânia se encontram em Belarus para tratar possível acordo

Kiev tem clima de menor tensão desde a noite deste domingo (27). Foto: Anadolu Agency via Getty Images

Porto Velho, RO - O Presidência da Ucrânia anunciou que sua delegação chegou à fronteira com a Belarus para uma tratativa com a Rússia. Volodymyr Zelensky, no entanto, não integra o time de negociação.

Segundo o comunicado, o o ministro da Defesa, Oleksiy Reznikov, o conselheiro do chefe do Gabinete do Presidente da Ucrânia, Mykhailo Podoliak, e o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Mykola Tochytskyi estão na delegação.

Ainda de acordo com o documento, a Ucrânia exige um “cessar-fogo imediato e a retirada das tropas russas”, o que já teve início na noite deste domingo (27).

O Conselho da Cidade de Kiev informou que esta manhã de segunda-feira (28) também teve menos conflito, mas as autoridades alertam os moradores de se manterem seguros em casa até que um possível acordo de paz seja firmado com a Rússia.

Em um comunicado, o Conselho de Kiev informou que, “no geral, a noite passada foi calma, excluindo algumas brigas com grupos de sabotagem e reconhecimento. No entanto, a cidade estava ocupada preparando sua defesa. Veremos fortificações, armadilhas para tanques e outras estruturas defensivas que apareceram nas ruas de Kiev”.
Reunião ONU

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) convocou uma reunião de emergência, neste domingo (27), com todos os 193 países membros para discutir a invasão russa.

Os líderes devem se reunir nesta segunda-feira (28), no entanto, aliados do Ocidente mantém campanha de isolamento diplomático contra o governo russo.

A resolução que convocou a sessão da Assembleia Geral foi aprovada com 11, dos 15 votos do conselho. Somente a Rússia votou contra e a China, a Índia e os Emirados Árabes se abstiveram.

Fonte: DP Redação
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem