Com tanques em Kiev, Lavrov diz que Rússia está pronta para "libertar a Ucrânia" e indica que derrubar Zelensky é prioridade


Ministro das Relações Exteriores da Rússia indica que objetivo da ação militar é derrubar presidente da Ucrânia

Porto Velho, RO - O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse nesta sexta-feira que a ação militar de seu país quer “libertar a Ucrânia da opressão”, deixando claro que é objetivo russo a derrubada do presidente Volodymyr Zelensky. Na madrugada desta sexta, soldados e tanques russos chegaram às portas de Kiev, capital da Ucrânia.

Nesta quinta, segundo a agência Tass, Lavrov disse que a Rússia estará sempre pronta para um diálogo que devolverá tudo à justiça e aos princípios da Carta da ONU.

"Tivemos discussões tensas e detalhadas com nossos colegas americanos e com outros membros da Otan. Esperamos que ainda haja uma chance de retornar ao direito internacional e aos compromissos internacionais.

E, considerando que estamos tomando as medidas anunciadas pelo presidente para garantir a segurança do país e do povo russo, nós, sem dúvida, estaremos sempre prontos para um diálogo que devolverá tudo à justiça e aos princípios da Carta da ONU", disse Lavrov em uma reunião com seu colega paquistanês Shah Mahmood Qureshi.

Lavrov apontou que o Ocidente não mostra respeito pelo direito internacional e os países ocidentais estão demonstrando "seu apetite por todo o planeta" com suas estratégias na região do Indo-Pacífico.

"Eles 'assumem a responsabilidade pela segurança global'. A maneira como eles estão avançando com as chamadas estratégias do Indo-Pacífico, sem dúvida, evidencia que eles têm um apetite por todo o planeta", destacou o principal diplomata da Rússia.

Fonte: Brasil247
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem