A exemplo do que aconteceu em Bolsonaro em 2018, Joaquim Barbosa teme atentado a Lula e Moro: “Outro lado sanguinário”

O ex-ministro do STF conversou com a jornalista Daniela Pinheiro na estreia da sua newsletter.



Porto Velho - O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa teme que Lula e Sergio Moro sofram um atentando de bolsonaristas durante o ano eleitoral, a exemplo do que aconteceu em 2018, quando o então candidato a presidente, Jair Bolsonaro, foi atingido por uma facada durante um comício em Juiz de Fora-MG, desferida por Adelio Bispo, um integrante do PSol, que era oposição à Bolsonaro.

Barbosa fez a análise para a jornalista Daniela Pinheiro, que estreou nesta semana uma newsletter no UOL.

Na entrevista para Pinheiro, Barbosa também classificou como uma “jogada de mestre” a criação da chapa de Lula e Geraldo Alckmin para as eleições presidenciais deste ano.

Apesar da chapa estar acertada, ainda não está definido por qual partido Alckmin se candidatará. Lula garantiu a grandes nomes do agronegócio que o ex-tucano se filiará ao PSD.

Barbosa também disse que se desfiliou do PSB recentemente e que a princípio não é candidato neste ano.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem