Vacinação infantil tem baixa adesão em Porto Velho




Porto Velho, RO - O terceiro dia de vacinação contra a covid-19 para crianças de 11 anos, em Porto Velho, segue com poucos atendimentos nos 19 pontos de imunização. Entre os imunossuprimidos e portadores de deficiência permanente a demanda também está aquém do esperado.

Diante do quadro, a Prefeitura reforça o pedido aos pais para que garantam a imunização.

Para acolher o público infantil, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) preparou ambientes específicos, que impedem que elas tenham contatos com adultos que também estão sendo vacinados.

As crianças com comorbidades, por exemplo, são atendidas das 14h às 17h, apenas em salas que funcionam ao lado das unidades Aponiã, Castanheiras, Caladinho e São Sebastião. São imunizadas as que têm entre 5 e 11 anos.

Já as demais crianças, com 11 anos de idade, são atendidas em salas instaladas nas demais unidades de saúde, das 14h às 17h, e no Porto Velho Shopping, das 14h às 19h.

“Antes das vacinas serem disponibilizadas havia muita ansiedade dos pais para que o processo fosse logo iniciado. Agora é importante garantir essa imunização às crianças antes do início do período das aulas”, recomenda Elizeth Gomes, gerente de imunização da Semusa.

Segundo dados do IBGE, Porto Velho tem 8,2 mil crianças com 11 anos. A ordem de vacinação do público infantil seguirá uma ordem decrescente. O público de 10 anos, por exemplo, também é pouco superior a 8 mil.

As crianças devem estar acompanhadas dos pais no momento da aplicação.


Fonte: Da Redação/Rondoniagora
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem