Frente Nacional de Prefeitos discute viabilidade econômica para o transporte público


Hildon Chaves é vice-presidente de Relações com o Judiciário da FNP

Porto Velho, RO - Financiamento da gratuidade de idosos no transporte no Brasil. A pauta voltou a ser tema de reunião com a participação do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, articulada pela diretoria da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), por videoconferência, na segunda-feira (17).

A discussão girou em torno do projeto de Lei 4392/2021, de autoria dos senadores Nelsinho Trad (PSD/MS) e Giordano (MDB/SP), que visa instituir o Programa Nacional de Assistência e Mobilidade dos Idosos em Áreas Urbanas (PNAMI). A reunião foi coordenada pelo presidente da FNP, Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju/SE.


Reunião aconteceu por videoconferênciaReunião aconteceu por videoconferência

Para Hildon Chaves, que também é vice-presidente de Relações com o Judiciário da FNP, a ação é uma pauta nacional, mas que é um gargalo para o transporte coletivo urbano. “Ele está praticamente em colapso, pois essas gratuidades representam cerca de 10% dos usuários.

Uma Lei Federal criou, mas não há nenhum financiamento para pagar isso, e os municípios que estão arcando com essas despesas”, disse o prefeito.

Segundo estimativa da FNP, o total correspondente aos investimentos das cidades com o transporte de idosos, gira em torno de R$ 5 bilhões/ano. A entidade enviou na última semana um ofício circular ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reiterando a necessidade de maior celeridade na tramitação.

Fonte: Por Etiene Gonçalves Foto: Wesley Pontes e Saul Ribeiro
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem